Hospitalizations and Hospital Cost from Cardiovascular Diseases in Brazil

Authors

  • Marcela Paulino Silva University Center of Rio Grande do Norte
  • Anne Karoline Candido Araújo
  • Dândara Nayara Azevêdo Dantas
  • Déborah Raquel Carvalho de Oliveira
  • Richardson Augusto Rosendo da Silva
  • Caroline Evelin Nascimento Kluczynik
  • Bertha Cruz Enders

DOI:

https://doi.org/10.3823/2009

Keywords:

Cardiovascular diseases, Hospitalization, Cost and cost analysis, cardiovascular nursing.

Abstract

This study aimed to estimate the number and average cost of hospitalizations from cardiovascular diseases in Brazil. Descriptive, retrospective study with a quantitative approach, on the number and hospitalization cost from cardiovascular diseases (acute myocardial infarction, hypertension and heart failure) in Brazil. The research was conducted by using secondary data, available online at the Department of Health System Information, from 2008 to September 2015. Cardiovascular diseases were responsible for significant numbers of hospitalizations especially for heart failure representing higher admissions. As for costs, there was stability in the amount paid for the cases of hospitalizations by hypertension and increasing costs in Heart Failure and Acute Myocardial Infarction. Cardiovascular diseases continue to relate to the large increase in hospitalization rates from the analysis of the expenses of the Unified Health System with the Public Health.

Author Biography

Marcela Paulino Silva, University Center of Rio Grande do Norte

Department of nursing

References

Ministério da Saúde (BR). Relatório: Avaliação econômica de tecnologias em saúde: análise de custo-efetividade e impacto orçamentário das estatinas no tratamento das dislipidemias; 2010.

Andrade JPA, Mattos LAP, Carvalho AC, Machado CA, Oliveira GMM. Programa nacional de qualificação de médicos na prevenção e atenção integral as doenças cardiovasculares. Rev Arq Bras Cardiol. 2013;100(3):203-2011.

Organização Mundial de Saúde. Health-related Millennium Development Goals. France: WHO; 2012.

Guimarães RM, Andrade SSCA, Machado EL, Bahia CA, Oliveira MM, Jacques FVL. Diferenças regionais na transição da mortalidade por doenças cardiovasculares no Brasil,1980 a 2012. Rev Paman Salud Publica. 2015; 37(2):83-9.

Silva ST, Ribeiro RCHM. Principais causas de internação por doenças cardiovasculares nos idosos na UCOR. Rev Ciênc Saude. 2012; 19(3): 65-70.

Ribas Fatores de risco cardiovascular e fatores associados em escolares do Município de Belém, Pará,Brasil. Rev Cad Saúde Publica, Rio de Janeiro. 2014;30(3):577-586.

Moraes MGT. Impacto das doenças cardiovasculares no serviço público-análise de custos. [dissertação]. Botucatu;2011.

Lentsck MH, Mathias TAF. Internações por doenças cardiovasculares e a cobertura da estratégia saúde da família. Rev.Latino-Am.Enfermagem.2015; 23(4):611-9.

Brasil. Ministério da Saúde, Sistema de Informações Hospitalares do Sistema Único de Saúde (SIH-SUS).

Mansur AP; Favarato D. Mortalidade por doenças cardiovasculares no Brasil e na região metropolitana de São Paulo: atualização 2011. Arq. Bras. Cardiol. [online]. 2012; 99(2):755-761.

Junqueira RMP & Duarte EC. Internações hospitalares por causas sensíveis à atenção primária. Rev Saúde Pública 2012;46(5):761-8.

Carvalho MFO. Avaliação da aderência terapêutica em pacientes com insuficiência cardíaca crônica. Rev Psicología de la Salud Epidemiología y Prevención.2011;72-76.

Marques AP; Montilla DER; Almeida WSA; Andrade CLT. Internação de idosos por condições sensíveis à atenção primária à saúde. Rev. Saúde Pública [online]. 2014, 48(5): 817-826.

Marcolino et al. Implantação da Linha de Cuidado do Infarto Agudo do Miocárdio no Município de Belo Horizonte. Arq Bras Cardiol [2013],100(4):307-314.

Rosa MLG, Giro C, Alves TO, Moura EC, Lacerda LS, SantAnna LP de et al . Análise da mortalidade e das internações por doenças cardiovasculares em Niterói, entre 1998 e 2007. Arq. Bras. Cardiol. [Internet]. 2011; 96(6): 477-483.

Marques R, Mendes A, Leite MG, Barbosa EC. Custos da cadeia de procedimentos no tratamento do infarto agudo do miocárdio em hospitais brasileiros de excelência e especializados. Rev Assoc Med Bras 2012; 58(1):104-111.

Soto PHT, Raitz GM, Bolsoni LL, Costa CKF, Yamaguchi MU, Massuda EM. Morbidades e custos hospitalares do Sistema Único de Saúde para doenças crônicas. Rev Rene. 2015;16(4):567-75.

D’amico MM, Souza RK. Simultaneidade de Fatores de Risco Cardiovascular Controláveis: Estudo de Base Populacional. Rev Bras Cardiol. 2014;27(5):318-326.

Muller EV, Gimeno SGA. Mortalidade por doenças cardiovasculares segundo gênero e idade no estado do Paraná, Brasil: 1979 a 1981 e 2006 a 2008. Rev.Cad.Colet.2015;23(1):11-6.

Pesquisa e produção científica em economia da saúde no Brasil.Rev. de Administração Pública.2007;4

(2):211-35.

Downloads

Published

2016-07-14

Issue

Section

Global Health & Health Policy

Most read articles by the same author(s)